Investimento Responsável

A Explorer Investments pretende estar na vanguarda das melhores práticas internacionais e traduzir essa ação na criação de valor para os investidores nos seus fundos, para as comunidades abrangidas e para um futuro sustentável, através do desenvolvimento das participadas e com o consequente impacto no meio ambiente e social.

A Explorer Investments doa, anualmente, 10% do seu lucro para apoiar programas de educação, que terão sempre por base o mérito e a excelência.

Integridade

Conduzimos a nossa atividade com base nos mais altos padrões de ética, tanto com investidores, como com os nossos profissionais e com toda a comunidade onde nos inserimos.

Retorno aos Investidores
Impacto nas Sociedades
Excelência e Meritocracia
Espírito de Equipa
Independência e Resiliência
Consciência social

ESG

Environmental, Social, Governance

A Explorer Investments é signatária dos “Princípios para um Investimento Responsável” (UN PRI - Principles for Responsible Investment) das Nações Unidas desde 2018 e vê também o Acordo de Paris como um instrumento fundamental para a sustentabilidade do sistema financeiro nas próximas décadas.

Meio Ambiente

(i) Eficiência energética e produtiva; (ii) Redução do consumo de plástico, de água e de papel; e (iii) Redução da poluição do meio ambiente.

Social

(i) Criação de um ambiente de trabalho saudável; (ii) Melhoria contínua dos funcionários; e (iii) Consciência Social.

Governo Societário

(i) Ética das participadas; (ii) Suportado por um Conselho de Administração com as devidas competências; e (iii) Alicerçado num controlo interno robusto.

Temos como visão focar-nos nos critérios ESG acima indicados.

Objetivos para o desenvolvimento sustentável

Os critérios ESG anteriormente indicados têm como intuito contribuir para o Sustainable Devolopment Goals, nomeadamente:

Trabalho digno e crescimento económico

Trabalho digno e crescimento económico

Promover o crescimento económico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos.

Indústria, inovação e infraestruturas

Indústria, inovação e infraestruturas

Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

Consumo e produção de bens responsáveis

Consumo e produção de bens responsáveis

Garantir padrões de consumo e de produção sustentáveis.

A Explorer Investments é uma sociedade de capital de risco, que gere fundos de capital de risco, de acordo com a lei portuguesa. Nessa qualidade é um gestor de fundos de investimento alternativos (“GFIA”), abrangido pelo Regulamento (UE) 2019/2088 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de novembro de 2019, relativo à divulgação de informações relacionadas com a sustentabilidade no setor dos serviços financeiros (Sustainable Finance Disclosure Regulation - “SFDR”).

A Explorer Investments não está abrangida pelos critérios do artigo 4.º, n.º 3 e 4, da SFDR que definem as instituições de maior dimensão.

Presentemente a Explorer Investments não comercializa nem gere fundos que promovam, entre outras, características ambientais ou sociais ou uma combinação destas características (previstos no artigo 8.º do SFDR) ou que tenham como objetivo investimentos sustentáveis (previstos no artigo 9.º do SFDR). Em linha com o que antecede, os investimentos subjacentes aos referidos fundos não têm em conta os critérios da UE aplicáveis às atividades económicas sustentáveis do ponto de vista ambiental.

A Explorer Investments deve, em cada momento, respeitar as políticas de investimento previstas nos regulamentos de gestão dos fundos que gere e que, neste momento, não preveem características ou objetivos como os referidos no parágrafo anterior, ainda que esse tipo de resultado possa vir a ser colateralmente atingido.

Em conformidade, o seu processo decisório em vigor não inclui uma consideração específica dos riscos em matéria de sustentabilidade, sem prejuízo de os mesmos poderem ser ponderados juntamente com outros tipos de riscos que possam vir a afetar um determinado investimento, como é exigido a qualquer entidade gestora criteriosa e diligente e que respeita o dever fiduciário a que está sujeita. Pelo mesmo motivo, não são também tidos em conta especificamente os impactos negativos de decisões de investimento sobre os fatores de sustentabilidade, ainda que estes possam constituir um ponderador auxiliar em determinados processos decisórios.

Considerando o que antecede, a política de remuneração vigente também não tem, atualmente, em conta a integração de riscos em matéria de sustentabilidade, embora seja um aspeto que possa vir a ser ajustado no futuro.

Esta é uma matéria em contínua revisão, pelo que as suas políticas, procedimentos e a informação aqui disponibilizada serão atualizadas sempre que se justifique.

Com efeito, a Explorer Investments tem plenamente presente a importância de práticas sustentáveis no âmbito do sistema financeiro e a sua responsabilidade como gestor de fundos em influenciar as participadas para a introdução de princípios de sustentabilidade na sua gestão. Desta forma, em atenção aos interesses dos investidores e demais stakeholders, a Explorer Investments incorpora na sua atividade um conjunto de valores e princípios de investimento responsável, e pretende progressivamente vir a incluir os temas ambientais, sociais e de governo societário nas diversas tomadas de decisão ao longo do ciclo de vida de cada investimento.

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.